terça-feira, 17 de janeiro de 2017

The Voice Kids e sua proposta muito além da música

    Kinesianos, hoje eu quero falar de algo, que eu estive observando nos últimos dias. Atualmente, eu não acompanho muita coisa da programação que passa na televisão, mas um programa sempre me chama muita atenção. 
  O "The Voice Kids" já está na sua 2ª temporada, sendo que no último domingo (15) foi o segundo dia das audições às cegas. Esse primeiro momento é, sem dúvida, uma das melhores e mais emocionantes partes do programa por ser o primeiro contato com os participantes e seu talentos e um pouco da história de cada um.
    Mesmo sendo um programa, no qual os participantes são crianças de até 15 anos, The Voice Kids, não é um programa infantil por vários motivos. Além disso, mesmo sendo um programa com várias crianças cantando, elas já demonstram um talento surpreendente, inclusive as vozes que ainda são "kids", ainda que, claro, tenha que ser aprimorado juntamente com os técnicos.

Alguns participantes do 2º dia de audições às cegas no
The Voice Brasil Kids 2017

  Mas não foi sobre o talento inegável e admirável das crianças que eu vim falar aqui hoje. The Voice Kids é bem mais do que vários talentos reunidos em um só programa (não podemos nos esquecer dos jurados, que além de talentosos, nos dão uma aula de respeito, simpatia e empatia). 
  O programa é muito importante porque demonstra, de forma sutil, aspectos, que são de extrema relevância, como por exemplo:

A diversidade presente em nosso país. Crianças de todos as partes do Brasil participam do programa e muitos também fazem questão de representar a sua região, mostrando o orgulho e respeito que tem por ela;
A valorização da cultura nacional. É bem nítido como há espaço e talento em todos os gêneros musicais. Os participantes cantam aquilo que eles gostam e se identificam, seja samba, pop, rock, mpb, sertanejo, dentre tantos outros gêneros. Nosso país não é, nem deve ser só de um estilo;
Respeito ao ser humano e seus sentimentos, independente de raça, condição social ou financeira, crenças, idade e personalidade;
Crianças, que são a geração que está vindo agora e o mais novo futuro do país, que da forma delas, já tem uma maturidade e uma responsabilidade muito exemplar e admirável;
Não há idade certa ou errada para correr atrás dos nossos sonhos, aprender com os erros, se emocionar, saber se divertir com as situações e conseguir ser espontâneo.

  Bom, kinesianos, se eu fosse listar aqui todos os motivos que me fazem acreditar, que The Voice Kids é um excelente programa, interessante, emocionante e um exemplo para todos nós, o post ficaria muito grande, mas creio que já citei ótimas razões.
  Quem não assiste, eu recomendo. Quem já assiste, o que me diz? Gosta do programa, concorda com o que eu disse? 
   Beijos e até breve! 😊















Nenhum comentário:

Postar um comentário