quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Liberdade é questão de querer ser

  Olhei para o céu hoje e ele transparecia paz. Tudo estava em sua mais perfeita ordem. Exibindo um lindo arco-íris e deixando escapar uma luz branca, que mais parece um lugar em outra dimensão que ainda não conhecemos. Transitando com leveza e suavidade, dois pássaros, desfrutavam do privilégio que é ser livre, em um momento que quase sempre passa despercebido por nossos olhares apressados. 
  Os pássaros, por instinto ou sabedoria do mundo animal, sabem a hora de partir, a hora de permanecer. Sabem aproveitar aqueles momentos únicos nesse planeta, que é tão vasto e bonito. Sabem sentir, da forma deles, é claro.
  "Liberdade". Palavra bonita, usada por muitos que pensam conhecê-la bem. Não é apenas um conceito decorado, é um desejo da alma. Daquela que, por algum motivo, já não suporta mais. 
  Fechei os olhos por um instante e comecei a pensar de quantas formas alguém pode ser livre.  
  Colocar um ponto final naquilo que faz mal, relacionamentos, um emprego ou curso que já não é possível mais suporta, uma rotina indesejável, uma vida que faz parte dos planos, em um lugar que não te agrada. É saber quem somos, se afirmar, se aceitar e por que não, se renovar, reinventar... É se encontrar. É correr atrás da mudança, por mais inesperada que ela possa ser, se te fizer bem. Atos que garantem liberdade interior, muito mais poderosa que a outra e uma das poucas que sempre irão restar ao ser humano, caso ele saiba lidar com ela.
  É incrível poder redescobrir ou preservar nossa liberdade interior a cada dia. Cada vez mais  alcançar uma parte desse sentimento, já que a nossa existência se baseia na busca por encontrá-la. 
 Para poder fechar os olhos em qualquer lugar, qualquer momento e se sentir infinito... livre. Porque você só pertence a você, ao seu íntimo e isso nada nem ninguém poderá mudar.

Amanda Sousa



  Kinesianos, essa linda foto foi tirada pela minha amiga Ana Luísa, que vocês já conhecem. Sempre que eu posso, eu coloco uma foto dela aqui. 
  Essa em específico, ela já havia me mandado há algum tempo, mas só agora eu consegui me expressar diante dela. É umas das propostas que estou trazendo para o blog e quero aprofundar nisso: dar vida a uma fotografia, contar uma história ou dizer alguma coisa que eu considero relevante a partir dela.
  Espero que tenham gostado do resultado! Beijos e até breve!




Post feito por:
Amanda Sousa
Foto tirada por:
Ana Luísa

2 comentários:

  1. Ahh adorei!! =) concordo com seu ponto de vista sobre a liberdade, não é nada simples se libertar das amarras que nos encontramos com a vida. Cada um sabe o peso da sua bola de ferro, e é preciso muita força para quebrá-la! Inspirador. Gostei do tema. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ingrid! Fico muito feliz em saber que você gostou do meu texto! A liberdade, que quando é alcançada torna as coisas mais simples, na verdade, é muita complexa, mas necessária. Espero que o texto sirva de inspiração para que você também possa se libertar das suas amarras pessoais. Beijos

      Excluir